fechar

Romeiros

O sentimento religioso do povo açoriano é vivido de forma intensa. Algumas das suas manifestações são originais, nomeadamente a que ocorre no período da Quaresma: grupos de pessoas, maioritariamente homens - percorrem os caminhos da Ilha de São Miguel invocando nas suas preces protecção para os seus e para aqueles que visitam. As caminhadas dos romeiros datam de 1522 e iniciaram-se como forma de pedir protecção a Deus contra o terramoto que nessa data sacudiu a ilha.

São milhares os romeiros que se fazem à estrada todos os anos. Percorrem diariamente dezenas de quilómetros, com pequenos intervalos para descanso. Seguem em vários grupos, na direcção dos ponteiros do relógio, e para trás deixam os amigos, a família e até mesmo o emprego. Transportam consigo um terço e um bordão. Não dispensam igualmente uma saca, um xaile e um lenço ao pescoço. Pernoitam em casas de outras famílias que lhes oferecem jantar e dormida.Para estes crentes, esta tradição simboliza a entrega, o sacrifício e a devoção. Uma entrega que muitos repetem por duas e três décadas consecutivas.

    Desenvolvido por CITI - Centro de Investigação para Tecnologias Interactivas